Raindrop: Pagan Poetry

Tag: 2009

Igual

by on dez.28, 2009, under Textos

Ouviu os canários e bem-te-vis e depois olhou para as flores, vermelhas, azuis, brancas, pequenas e grandes.

E pensou: “Por que as pessoas são todas iguais?”

Comentários desativados em Igual :, more...

Goodbye

by on dez.02, 2009, under Textos

Alone once again
I watch the sunset,
with tears in my eyes
And in the distance the car goes by.

The end of a day
Comes in the flight of an osprey.
To the stars in the sky
I say goodnight.

And the knife cutting through my heart
Leaves me devoid of emotion
No strength left to cry
No will left to try

No songs left to sing
No smiles, no strings.
With no emotions inside,
I say goodbye.

Comentários desativados em Goodbye :, , more...

A Longa Caminhada

by on nov.12, 2009, under Textos

E assim termina a longa caminhada
Depois de tantos anos, tanta história,
Tantos planos e idéias inacabadas,
Chegamos ao fim vazio da estrada

Podemos encher nossos pulmões de areia,
E fincar nossa bandeira no chão empoeirado
Orgulhosos de termos finalmente completado
A marcha sem precisar de ajuda alheia

Olhamos o sol se por atrás das dunas
E a escuridão rapidamente nos abraçar
Não lutamos – descansamos
E bebemos homenageando as sombras

Sonhos vendidos por poucas moedas
Corações trocados por efêmeros prazeres
Em algum lugar escolhemos o caminho errado
E assim termina a longa caminhada.

Comentários desativados em A Longa Caminhada :, more...

Madrugada

by on out.22, 2009, under Textos

Neste dia quero pela noite vagar
Chuva caindo sobre minha cabeça
Até onde as luzes se acabam
E no meio da escuridão há aquele bar

Quero entrar encharcado,
Cansado, perdido, desarrumado,
Pedir a bebida de sempre
Que nem sei qual é.

E então olhar para o lado,
Ver, pasmo, os cabelos alaranjados,
O sorriso, lábios vermelhos, olhar vagante
Com a mente viajante tocando a mesma canção.

Esta noite quero nos embriagar,
Com palavras, com gestos, com sensações,
Para sairmos em meio às sombras
Iluminando o fim da noite.

E quando chegarmos, a algum lugar,
Sem combinar trocarmos um beijo,
Sentir o doce da alma, o calor do desejo,
As curvas da pele, o pulsar do peito sob a mão.

Sem luzes, sem culpa, sem inibições,
Olhar o rosto adormecido, acariciá-lo suavemente,
Beijar suavemente a moça, pela última vez.

Pois quando o sol nascer já estaremos longe
E quero me lembrar com carinho,
Sentir que naquela madrugada fomos felizes,
Mas não quero esperar nada na manhã.

Comentários desativados em Madrugada :, more...

Cores

by on out.08, 2009, under Textos

Naquele dia ficou sabendo que tinha uma amizade colorida.
E que era daltônico.

1 Comment :, more...

00:00

by on set.12, 2009, under Textos

Desejo não me arrepender das decisões que tomei quando chegar a hora do Adeus final.

Comentários desativados em 00:00 :, more...

Sonhos

by on set.08, 2009, under Textos

Saiu de sua casa e olhou para o céu, vendo a trilha de um avião.

Desde então a casa está abandonada.

Comentários desativados em Sonhos :, more...

Saturno

by on maio.25, 2009, under Textos

Agulhas brilhantes cortavam seus olhos,
Que contemplavam o céu estrelado.
Luzes da estrada, levando ao nada,
Luzes dos carros que se misturavam à neblina.

O ar frio e seco percorre a garganta
Um sopro.
Um sopro seco
Um sopro seco e vazio.

Mas enquanto ele também virava névoa,
Enquanto o frio tomava seu corpo,
Ele sorria, com uma triste alegria.

Ele viu os anéis de saturno.

Comentários desativados em Saturno :, more...

Ethereal

by on abr.16, 2009, under Textos

Momentos, ao vento,
Palavras, trocadas,
Existências misturadas,
Tão rápido,
Tão rápido…

Quadros perdidos,
Sentidos esquecidos
Entes, queridos,
Abandono, abandonam.

Realidade frágil, frágil,
Música forte, baixa,
Sem sentido, ouvindo
De longe.

Cidades abandonadas,
Nuvens espalhadas,
Solidão cinza-cimento,
Vida que escorre pelos dedos.

Etérea.


Raindrop Pagan Poetry – Ethereal

1 Comment :, , more...

Aurora

by on abr.12, 2009, under Textos

O Sol continua a nascer dia após dia no mesmo horário.

E continuo a somente procurá-lo depois que já se pôs.

Comentários desativados em Aurora :, more...

Encontre